sexta-feira, 12 de março de 2010

O amanhã

Desconheço meus defeitos
os mais insanos,imperfeitos
loucos,maleaveis


Meus ataques
histericos,furiosos
não há entendimento


Os problemas alheios
os meus proprios
não compreendo


Desconheço tanto
do outro e do eu próprio
preocupo


Sempre com o amanhã
pelo qual nunca vivi
pelo qual não me pertence


Pertence ao acaso
destino,desatino
pertence a ação e reação


Causa e efeito
do hoje que pertenço
que construo , que vivo.

2 comentários:

  1. Muito bom, Bah!

    Cheio de significados. Gostei bastante.

    ResponderExcluir
  2. Thanks! tem sim varios significados.

    ResponderExcluir

Seu comentario é muito importante com ele podemos caminhar no ciclo dos Vicios Poeticos ,não deixe de fazer parte!