domingo, 19 de dezembro de 2010

Para um bom final de ano

Não fique preso a lamentações
Nem a sensacionalismos
Não fique preso ao consumismo
nem a moda lançada
Não fique preso ao sentimentalismo
nem as carencias
nem nas badalações
Não fique preso ao desejo
Nem ao sonho não realizado
Nem tão pouco no materialismo
que nos consome, devora
Não fique preso ao tempo
que nos cega, nos aprissiona
Não fique preso as lembranças
Nem tente ressuscita-las
Não fique preso á ausência de uns
nem a presença de outros
Eles estão onde onde deveriam estar


Prenda-se a data natalina
como forma de amor
Prenda-se ao amor como um todo
Divida-o
Multiplique-o


Prenda-se a família
ao menos uma vez no ano
Divirta-se
Apaixone-se


Prenda-se aos sonhos
como forma de objetivo
Siga em frente
Evolua com o passado
Comemore o presente
E planeje pelo menos uma coisa
para o futuro




Prenda-se a vida
em forma de gratificação
Contemple-a
Dedique-se


Por fim deseje ao menos uma coisa
boa ao seu próximo
Por mais pequena que for
isto voltará para você!





Isto é o que tenho a desejar á todos os leitores,seguidores,amigos,inimigos, simpatisantes e anomimos.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

Ansiedade de Ana II

Ana voltou para sua casa
para sua mãe debaixo da asa
para o sol quente em brasa

Ana voltou para sua cidade
para seus sonhos,sua sanidade
para seu quarto, sua vontade

Ana voltou para seus amigos
para sua familia,seus maridos
só quem não gostou foram os amantes
os visinhos e os inimigos.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

Indulto para a vida




Sentiu o vento batendo no seu rosto
como a brisa da noite era leve
tinha cheiro, tinha gosto


[de vida]


Sentiu a energia do por do sol
com seus raios iluminados
firmes e arrematados como anzol


Contemplou o natal como nunca
as árvores, as crianças, os sinos
a comida, os presentes dos meninos


[a esperança]


Nunca imaginara a vida
com tanta intensidade, como era bonita
cada detalhe despercebido...


[ O tempo dentro da cela
o gosto de liberdade,
mais valor deu á ela].






sexta-feira, 10 de dezembro de 2010


Penso no sol,na piscina 
na praia, na água de coco
Penso no escritório,no telefone
nos papeis,na internet
Penso no mar,no silencio
na natureza, na tranquilidade
Penso no filhos,no chefe....
Um lado pesa mais.

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Sinceridade

Um dia você percebe,que o amor cresce
Por diversas formas,mesmo difícil ,enobrece.
Seja pelo simples sorriso, ou um pequeno gesto
Ou mais que isso pela, sinceridade
[as vezes dolorosa, mas real].


Um dia você percebe que ela é crucial
E que ser sincero, não quer dizer ser cruel ou legal
Mas sim ser verdadeiro,mesmo não agradando a todos
Ou mais que isso, ser gentil.
[ as vezes incompreensível,mas real].



Por fim um dia você percebe
Que ser sincero é não ser sem educação
Que ser sincero é mais que anti-socialização
É acima de tudo ser confiavel, amigo
[as vezes, nem toda verdade deve ser dita].





quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Esconderijo

Debaixo da saia, ela esconde
o desejo
o anseio
o sacrilégio
Debaixo da saia,ela esconde
a vergonha
a privacidade
a curiosidade
Debaixo da saia
os filhos se escondem
da vida
dos problemas
das pessoas
das feridas.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Ao jantar

Nos dois e nossos copos.
Nos dois e essa mesa.
Único momento juntos.
Único momento de clareza.
Onde o tempo,e
onde a diferenças
paralisam 
sobre o vinho tinto
sobre a mesa.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Sintonia

Teu nome,sobrenome
Teu corpo,seus defeitos
Teu idealismo,suas qualidades


Somos diferentes


Seus sonhos,tuas vontades
Teus gostos ,imperfeitos


Somos diferentes


Teu signo,sua crença
Teus vicios,suas virtudes


Somos diferentes


Seu time, tua gloria
Tua cor,seu conceito


Somos diferentes


O que nos une,surrealidade
o que nos une,contraiedade
á murphy
á Newton
O que nos une é mais,que vontade
compactibilidade
Lei acima da atração.É sintonia!

sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Para viagem



Não sabia a quanto tempo estava ali fixado, naquela mala cheia de roupas e pertences seus... não sei se passaram horas, dias ou só alguns segundos.
Congelado, sem reação alguma. A mala estava pronta.
Na minha mente um vídeo de imagens,lembranças de quantos lugares aquela mala já fora conosco,eramos nós.. ''Nós'' não existia mais nós,nem boas lembranças com aquela maldita mala. A culpada de tudo.
As coisas ficaram ruins já havia algum tempo,não lembro-me bem onde começou, nem como chegou aonde chegou,ou como não chegou em lugar algum.
Sempre brigamos muito você sempre foi embora,até porque suas roupas...Ahh... suas roupas sempre ficaram lá,quando você voltava para pega-las eu já tinha tudo planejado. Tudo voltava a normal, jantares,velas e pedidos de desculpas.
Arrependo tanto.Penso como fui estúpido,injenuo, se não tivesse comprado aquela mala á meses atrás,tudo podia ser diferente agora.
No começo a mala era alegria só viagens, passeios,nossos lindos romances.
Agora ela era a certeza de que não haveria volta. Suas roupas já estavam lá, jogadas prontas para um novo alguém quem sabe,prontas para uma nova vida.Uma vida pela qual não estarei mais incluso.
Continuo paralisado, mas o pedido de desculpa sincero e convincente não virá, as malas já estão prontas.



quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Pombo

Ontem cedo vi um pombo, morto.
Nada fora da rotina, nada de anormal,animais mortos,pessoas mortas e etc.
Estava mais liso que papel, esmagaram o coitado sem dó.
O que impressionou não foi o comum da morte do pombo e sim os milhos á sua volta.
Fiquei pensando...
O pombo perdeu a sua vida por uns graõs de milho, por ambição,por gula, de querer comer mais e mais.Chegando no ponto de ignorar sua percepção para barulhos e outros ruídos, causando-lhe a morte.
Poxa mas não é isso que fazemos na vida? Não sempre,mas as vezes.
Sabe quando você tem aquele sonho almejado, aquele sonho de profissão, de emprego, de carro, tantas coisas que á principio parecem inúteis mas você deseja muita?! Quantas vezes não ficamos estacionado no mesmo lugar,só para saciar aquele desejo?
Quantas vezes não viramos pombos gulosos a procura unicamente de saciar nossa vontade?
Sempre há chance de recomeçar e não ter o mesmo futuro perdido do pombo. E não passar por cima de todos que amamos por causa de balelas, que não nos levaram a nada além do mesmo lugar.

domingo, 24 de outubro de 2010

Dose de sentimento

Sobria de vida
da razão e lucidez
Tomo porres
de insatez
Me embriago
no doce
e no amargo
Do amor
eu me afogo
Depois o banho frio
logo vem
Causa arrepio
cura a ressaca
Passa
O amor não
[empaca].



quarta-feira, 20 de outubro de 2010

Rotação



O mundo está em constante movimento
A natureza muda .As estações mudam
O rumo das coisas mudam. Até o sentimento.
Muda.
Por mais impossível que pareça.
Por mais difícil que seja.
Segue o curso da vida em movimento.
Evolução.
Tudo muda, basta o tempo.

.

quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Irracional

Não me dê nada
nem carinho, nem atenção
muito menos exclusividade


Não me dê nada
nem sonhos, nem declaração
nem mostre vontade


Sem esperança
Sem reciprocidade


O que eu sinto é de graça
É amor sem gratidão, sem razão
O que eu sinto não tem preço
É amor sem nexo, sem compreensão.


É sozinho, é platônico.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Tempo indefinido

Tempo ...
Não posso defini-lo
Não sinto-o
Não vejo-o
Tempo...
Não posso compara-lo
Não tem igual
Não tem parecido
é tempo pingado
é tempo esgotado
é tempo enrolado
Tempo...
Nada sabemos
Só programemos
a agenda
a legenda
A historia
que faremos.

segunda-feira, 4 de outubro de 2010

Infames

Nossos Herois não existem mais
Uns morreram outros ficaram para trás
Diante de tudo, se decepcionaram
Diante do Brasil, as canções se calaram


Nossos Herois não existem mais
Ficaram no exílio, não voltam mais
Uns perderam as forças,de lutar
Outros a coragem de protestar


Nossos Herois não existem mais
Na nostalgia ficaram para trás
Sem fé, sem democracia
Só restou o voto como rebelaria

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Arrepio II






   Teu simples olhar
indireto,
me hipnotiza
Envolve
minha mente e corpo,
 me paralisa



     

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Arrepio



Simples toque de sua mão
em meu braço
Me estremeço, perco os sentidos
me embaraço.

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Primavera

                                                                               


Senti um cheiro 
era perfume, de rosa
da graça, formosa


Senti um cheiro
era perfume, de lírio
em forma de cálice,martírio


Senti uma energia
contaminando o corpo
e alma de alegria


Ela chegou 
Junto a esperança
que se inovou

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Beleza interior

                                                                 Um toque, um arrepio
sua pele, seu corpo sadio
corpo inconstante
mente pertubada
coração dilacerado
paixão dominada
Sinto o cheiro
do perfume,de fronte
beleza recatada
Neste ponto
está cegada
O que vale
é o que domina
o interior da pele
do cheiro, do gosto
do gozo
Quero possuir-ti
falar-te,admirar-ti
Isto é o que encanta.
Isto é o que fascina

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Suspiração

Suspiro
tenho vontade de beija-lo


Suspiro
com vontade de abraça-lo


Suspiro
por vergonha por medo 
                      desapego


Suspiro 
por pensar em seu corpo
por pensar em seu gosto


                                       Mas nada faço, contrariedade.
                                       Apenas ofego de vontade.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

O segredo

Existem milhões de conceitos
para a felicidade
Existem milhões de teorias
pura vaidade

Existem quantidades
mas poucas verdades
Existem pesquisas
mas poucas concisas

Existem tantos
Mas só ficções
O grande segredo
as revelações

São os trilhos
de caminhos, destino
Mas só o do amor
vale o desatino

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Futebol, Corinthians e cia


Não importa a quantidade de títulos, a falta de estádio ou o numero de vitorias, não importa se odiado, invejado ou muito comentado.
Não importa quantos erros foram cometidos, contando que venha os acertos no futuro.
Não importa se és o primeiro, se és o melhor, o se tem menos títulos.
Não importa se existem rivais, tão fortes e poderosos quanto. Pelo contrario desejo que os adversários continuem sempre a altura para brigarmos de igual para igual. Pois não é disso que é feita a partida de futebol? Dois times opostos brigando pelo um mesmo ideal?
Também não importa que não tenhamos um sala lotada de troféus internacionais, de renome, pois de que adiantaria tudo isso, se não tivesse ninguém para admirar?
Nada importa, pois quando temos uma paixão aquela que já vem de infancia,aquela incontrolável, incontestável é cegada por todos os outros males.
Nem mesmo uma ressaca de 23 anos foi capaz de abate-la.
Brasileiro é assim mesmo apaixonado por futebol, e sossegado para a politica, quem sabe um dia, o quadro se reverta...
Mas enquanto isto estaremos aqui perdendo nosso tempo e nossas forças. Mas acima de tudo Feliz!!!

Parabéns ao Corinthians, ao Santos, ao Palmeiras, ao São Paulo á tantos outros.
 Sem os grandes e desafiados adversários não existiria os grandes times.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

Tormento da noite

Mal nos falamos
Não o vejo mais
Não lembro mais


Não nos envolvemos
Nem seriamente
Nem consciente


Mal cito o seu nome
Não te procuro
Não te asseguro


Não sei seu endereço
Não tenho seu telefone
Mal sei seu sobrenome


Mas por uma forte
e desconhecida razão
Você vem perambular
meus sonhos , visão


Visão de saudade
que no meu subconsciente
você invade!

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Cega Vaidade

Tinha um cara chamado Narciso...
Narciso era lindo 
Achava-se um Deus
Era perfeito...

Exceto pela falta de modéstia 
Exceto pelo seu egocentrismo


Um belo dia passando pelo rio
Narciso viu sua imagem refletida 
na agua ,um espelho,deitou -se no seu leito.
Tentou se abraçar e morreu afogado....







Contei essa historia pois a expressão Narcisismo é tão usada, e muitos não sabem do que se trata.... Clique no titulo para saber mais.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

Sou liberto


Sou o sino
da igreja
Sou do bolo
a cereja
Sou o som
do vento
Sou da cantiga
o acalento
Sou o espaço
do tempo
Sou moleque
sou criança
Sou a luz
da esperança
Sou do pensamento
a liberdade
Sou do amor
a saudade.
Sou o tudo
do nada

segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Insanidade

Manhã fria enrolei até o ultimo segundo que me restava no meu lindo e aconchegante edredon. Mas enfim não teve jeito, o dia é mais do que os nossos sonhos podem proporcionar.
Depois de fazer todo o ritual diário, arrumar cama, tomar café,alimentar cachorro, trocar de roupa.
Trabalho, trabalho e trabalho, não que eu não goste mas o ser humano é tão difícil, as pessoas estressadas, ficam nervosas não entendem,as vezes até te humilham por bagatelas.
Penso tanto, que não gero pensamentos, mas historias completas, e geralmente trágicas, é deve ser por isso que continuo solteira,por pura falta de paciência com o ser humano.
Como se eu não fizesse parte dessa humanidade louca e complicada,como se eu não fosse tão difícil quanto.
Mas o que importa o meu eu, se tenho o outro para julgar com os olhos.
Por falar nisso e os impostos, há quantos impostos criados por essas pessoas, esse sim podemos julgar, já paguei tanto que  perdi a conta. Outra dia mesmo fui no supermercado e ai...nem sei mais.
Bom estava falando do lixo que tinha na minha casa, não é? Nossa quanto lixo, queria jogar tudo no mar, queria poluir tudo,queria que esse mundo acabasse logo,e esse humanos fossem os culpados,porque na verdade são mesmo.Uma vez eu tentei explodir tudo mas não consegui, me impediram, ai vim parar aqui.
Outro dia o medico me perguntou se eu me julgava louca, e disse lógico que não, só não aguentei a loucura desse mundo pirado,egoísta e vou continuar tentando acabar com ele, estou até criando um plano para isso.
Me isolaram neste lugar, para me impedirem,mas um dia eu acabo com esse mundo...






Texto baseado no documentario sobre a insanidade, na TV Bandeirantes.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Uma palavra

Pode ser amiga
ou acolhedora
Pode ser pequena
e que valha a pena


Pode ser em poesia
ou em prosa
Pode ser cantada
ou falada


Pode ser escrita
ou grafitada
Pode ser bonita
ou encorajada


Pode conter todas as formas
letras, ou fonemas.
Pode ser de amor
e de você.

segunda-feira, 9 de agosto de 2010

Um beijo

Pode ser doce
ou amargo
Pode ser de saudade
ou de felicidade

Pode ser selvagem
ou sedento
Pode ser carinhoso
ou dengoso

Pode ser frio
ou de educação
Poder ser de paixão
ou de imaginação

Pode ser variado
de gosto diferenciado
Mas pode ser
mais ainda, de amor.

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Experiência

Um vez estive pensando:
-'' Assumir a idade que tenho,não é tão ruim,pela experiência que adquiri.''
-Porque, a aparência acompanha a experiência.
-Porque, a experiência é aprendizado.
-Porque os anos de vivencia, não pode ser desperdiçado.
-Sábio é o que usa o que sabe, não o que diz saber...

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Sem definição

Tinha algo dolorido no seu coração, mas não era algo físico...

Nem aparente
Nem esperado
Nem feliz
Muito menos definido....

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Tudo de você


Gosto dos pecados infames
do seu calor humano ardente
das palavras ditas, quentes
Gosto do gostinho amargo
da sua vida corrida, imprevisível
do seu cheiro, insubstituivel
Gosto do mais simples
da seu sorriso aguçante
da sua risada contagiante
Gosto do mais ruim
da sua indiferença, direta
da sua sinceridade, completa
Por você uma esperança,
um desejo insanável,
uma saudade insaciável
acalmada somente por ti.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Ansiedade de Ana


Ana comia tudo que via
era bolo, chocolate 
canela, ate erva-mate 

Ana comia tudo que via
de guloseimas a comida
de sonhos, a tudo da vida 

Ana comia tudo que via
com seus olhos de inveja
de vermelho sangue,cor de cereja

Ana queria emagrecer
ela não era maldosa
só tanto, quanto ansiosa
e quanto mais,mais queria comer

segunda-feira, 19 de julho de 2010

Desencontro

O quente e o frio
A flor e o espinho
A lua e o sol


O pé e o sapato
O príncipe e o sapo
O lápis e o papel


Separado ou junto
No final é conjunto
Um precisa do outro


Mas...

O amor desencontra
Você com outra
E eu sozinha

terça-feira, 13 de julho de 2010

Dia do Rock


Rock assim
Rock assado
Rock alto
Rock escangalhado
Ele não morreu
Não vai morrer
Fica no coração
Fica na geração
No pular e enlouquecer
No gritar e viver
Para sempre
Ou por momentos

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Campeao ou Vencedor


Ser campeão é estar no fim do topo,no final da partida, o alivio, ou sufoco, cada um sabe o que sente...
E se para chegar la, você precisa dar 10 passos e só tem condições de dar 5 e consegue dar 7 passos, você já é vitorioso, vencedor, a vitória nada mais é do que seu esforço superado, o ir alem do que se podia ir ...
um calculo de matematica, uma estratégia, ou uma analise, tire suas conclusoes, o que é ser vencedor para você...
O importante é continuar, querendo cada vez mais o topo...
e tendo a consciência de é preciso muito trabalho, disciplina e dedicação, para poder alcança-lo, para ir alem,ao infinito .

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Amor

Uma alegria intensa estas invadindo
e no fundo d'alma sinto-me sorrindo
Na face do rosto sorriso se contrai
No mundo da lua, você me distrai


Não é alegria comum, é amor
tomando-me por inteiro com fervor
Dominando corpo e alma, mente
Mas no coração principalmente


Parecia ser dominado,controlável
mas amor não controla, indominável
tão incerto, mas tão bonito
tão correto, mas não serás infinito


Com tudo na vida, um dia,
ele passara, junto com a alegria
e meu coração perdera as asas
no fim ,só me restara brasas

sexta-feira, 2 de julho de 2010

Satisfação

Gosto é como opinião
cada ser possui o seu


Gosto por  ter um namorado
Ou um amigo bem amado
De ser popular
Ou ser apenas alguém

Gostar de saber cozinhar
e ter alguém para alimentar
De ser um cheff
Ou apenas guloso

Gosto em ajudar
quem precisa,confortar
De ser voluntário
Ou apenas divulgador

Gostar de saber amar
e ser amado; [Quem não vai gostar?]
De ser requisitado
Ou apenas amigo


Gostos gostosos
Gostos duvidosos
Gostos estranhos
Gostos infames


O importante é saber
e usar, aprender
a gostar do todo
conjunto, completo

segunda-feira, 28 de junho de 2010

Interior


Cidades pequenas
 pequenas em extensão
em população
mas enormes em historias
lembranças da memoria
do seu povo, causos
de tradição.

quarta-feira, 23 de junho de 2010

Invisivel para você

O que invisível ao olhos alheios
sempre fere mais o coração
nos desvarios de uma paixão


O invisível ao olhos alheios
é o que desejamos com ardor
é o que seguimos com amor


Tantos seres são invisiveis
não poderia ,nem deveria ser
como queria que pudesse ver


Sou tão invisível para você
que quando me procuro
não me encontro ,apuro


Tantos me vêem ,não importa
O que importa ,é quem não
 vê ,triste  não passa de ingratidão
[indiferença ,incompreensão].

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Cegos do mundo

Existe tanto cegos
nesse mundo, no universo
isso eu sei e confesso


São cegos de orgulho
cegos de ambição, de poder
cegos de vida ,em não crer


São cegos de vaidade
cegos de beleza, consumismo
cegos de material, capitalismo


Esses são os piores
cegos que existem
possuem visão, mas persistem


Persistem em não ver
não olhar, não enxergar
desacreditar, descrer


[Já dizia os poetas, pior cego é aquele que não quer ver].

segunda-feira, 14 de junho de 2010

Asas a Imaginação

Posso imaginar
em ter asas,voar
caminhar em brasas
e no tempo parar


Posso imaginar
eu noutra casa, familia
uma vida diferente
e de tudo realizar


Posso imaginar
o infinito, o impossivel
na mente ilimitada
sozinha a flutuar


Sou livre na mente
no pensamento infenso
no subconsciente


Mas fico aprissionado
no pensar em você
sempre ao meu lado.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Opinião dos leitores

Gostaria de mudar o titulo do blog .


E para isso queria opinião de nomes dos meus leitores .


Postem aqui ,obrigada!!!

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Papel e palavras

Com o papel queria revolucionar
pegar todas as palavras reivindicar
pedir justiça, protestar
Com ele desejaria mais que expressão
desejaria os sentimentos em declaração
tudo confesso, aberto, exposição
Palavras na cabeça são aleatórias
palavras no papel contraditórias.

terça-feira, 1 de junho de 2010

Viajante do tempo

Não tenho sonhos a serem lembrados
abraços ou afanhos, planos determinados
Não tenho emprego,trabalho ou profissão
casa fixa,aconchego,cultura ou formação.

Não tenho nada a ser planejado
nada diário ou rotineiro ,nada almejado
Não tenho futuro certo,nem passado
que se preze,que recorde, ou alcançado .

Não tenho nada fixo a seguir
sou viajante do tempo a cumprir
Meu tempo imprevisto ,de historia
muitas historias ,guardadas na memoria .

Historias sem plateia ,sem ator
de muitos lugares,só restou credor
Andarilho da aventura
de casa em casa ,ganhei ternura.

Nesta vida ,nada construi
mas de tanto perambular, caminhar
com a estrada,muito eu aprendi.

Viajante do tempo
pois só ele me acompanhou
todos os momentos ,presenciou.

sexta-feira, 28 de maio de 2010

Trabalhe o medo


Ultimo poema da serie MEDO .

O medo exagerado
negativo, destroi
anseio que corrói

Medo, fobia
complexo ,aversão
ameaça, inquietação

Noção do perigo
é normal, exagero
é surreal, grosseiro

Medinho é bom
Ruim é ter medão
De tudo, do mundo

Trabalhe seu medo
pratique desde cedo
viva positivamente
Otimista, no realmente.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Medo total (parte II)

Tenho...
        Medo de ti amar
de não gostar
                 de gostar de você


         Medo de ficar
sozinha á deriva
            Sem dádiva na vida


Medo de solidão
               de estar junto,união
de família reunida


                   Ou pelo sim ,ou pelo não
Medo de tudo na vida
                     medo bobo ,em vão.


                

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Bicho papão(parte I)


Esta semana uma serie de poema especiais sobre o medo ,não percam...Boa leitura!

Não olho
Não abro
Não quero ver

Os bichos do armário
os debaixo da cama

Não quero acostumar
Não quero a mente
 esclarecer,a clarear

É medo de infância
faz parte do meu eu
É medo de criança
que comigo cresceu

terça-feira, 18 de maio de 2010

Tudo trocado

Eu cá adulta solteira
trocando figurinhas,na sorrateira ,
Moça ,criança ,paquerando,
trocando caricias na esquina ,
escondido ,namorando

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Sobre mendigos de alma

Há tantos mendigos implorando por comida neste mundo afora,neste estado ,nesta cidade ,querem abrigos ,querem afagos,querem lares ,um teto a se esconder ,um lugar quente onde não sintam frio ,onde não sintam fome ,e não molhem da chuva ,que não estraguem seu colchão de papelão.
Há tantos entre eles que necessitam mais que tudo de um carinho,de um amor maternal ,que não encham suas caras de pancadas,bofetadas,socos,que apenas dei-lhes um beijo quente e amoroso.
Há tantos que saem dos seus lares por troca de umas malvadas ,uns trocados e um alcoozinho na cabeça, outros por umas pedrinhas ,uma droguinha aqui outra ali ,em troca do seu lar quentinho ,mas sem liberdade.
Mas existem milhões de mendigos de alma ,que não pedem uns trocados de caridade,compaixão,mendigos cegos de orgulho,vaidade ,que despedaçam ,desfragmentam ,o bom (lado) que lhes restam.
Esses mendigos precisam de doações anónimas,pois não aceitam precisarem de alguma coisa ,eles não podem ser perdidos ,precisam do resgate ,dos exemplos a serem seguidos,este mendigos precisam de uma cirurgia que lhe recuperem a visão , visão clara de amor ao proximo,de que existe seres humanos ,neste mundo ,imundo, e que um pode fazer a diferença ou piora-la também.



Texto baseado na chacina aos moradores de rua de SP .Probres de almas esses assassinos.

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Sonhos

Cade você para me abraçar?
está tao frio aqui ,frio frio
não consigo ti alcançar.

Cade você para me esquentar?
cobertor,lareira ,chá
continua frio, de congelar

Cade você para conversar?
tudo tão silencioso ,mendonho
só os ventos a uivar.

Cadê você para realizar?
não aparece porque não há
não há você ,só no meu sonhar .

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Só no papel

Ela dizia- Amanhã acordo cedo
vou a luta procurar um novo emprego
na persistencia sem medo.
Mas o bem cedo era frio demais
sua cama , seu sono era mais.

Ela dizia- Amanhã começo a estudar
ter um novo rumo na vida
ter mais estudo ,ser mais sucedida.
Mas sua vontade de mudar
não tinha pernas ,não sabia caminhar.

Ela dizia-Amanhã começo a namorar
ter um novo amor , ter felicidades
esquecer o material e as vaidades.
Mas isso o que mais queria
não dependia de si , e sim da dupla parceria.

sexta-feira, 7 de maio de 2010

Paixão que move milhoes

O relógio nas quartas-feiras era sempre a mesma coisa ,paralisava ,podia passar o tempo que fosse à 5h35 ,nunca chegava.
Mas era só a ansiedade ,mera ilusão ,as horas continuam passando da mesma forma.
Chegando em casa ,sua mulher já o conhecia ,tudo organizado para o jogo .
Ela rezava para que seu time não perdesse ,para que o mal humor não tomasse conta do resto da semana dele, que estava indo tão bem.
O nervosismo tomou-lhe o corpo e a alma .
Começou o jogo Purple.FC jogou bem ,mas não o suficiente para garantir o campeonato nacional.
Anos tentando e tudo perdido ,inclusive a semana boa , em 90 minutos de tempo ,por onze homens que só correram,correram e nada.
Sua mulher gravida,pensava: Minha filhinha ,vai ser delicada ,não vai passar por isso.
Mas essa epidemia de paixão por homens correndo atrás de uma bola ,já é de nascimento ,uns nascem gostando outros nem tanto ,creio fazer parte do DNA, do genoma humano ou do coração ,sabe-se lá de onde vem .
Refugios do sofrimento de alguns ,esperança para outros,alegria ,e principalmente muita ,muita paixão, enfim...
Sem estudo ,sem explicação ,só historias,simplesmente pertence á alguem,á milhões!



Texto inspirado na Coluna de Xico Sá.